terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Ocupação antrópica?

Ocupação antrópica é a ocupação, pelo Homem, de zonas terrestres, de zonas fluviais (onde se insere o nosso trabalho) e a sua exploração, consoante as necessidades humanas. O crescimento de cidades nas proximidades dos cursos de água deve-se à sua utilização como vias de comunicação, ao fácil acesso à água, energia e alimento e à existência de solos férteis para agricultura nas suas margens. No entanto, esta localização pode ter alguns riscos, nomeadamente o perigo de inundações.
O elevado crescimento da população humana faz aumentar a ocupação antrópica, que se traduz numa pressão excessiva sob os subsistemas terrestres (geosfera, hidrosfera, atmosfera e biosfera), contribuindo para o seu desequilíbrio.
A ocupação antrópica conduz a enormes alterações das paisagens e promove a exploração acelerada dos recursos naturais, levando ao seu esgotamento.
Alguns problemas associados à acção antrópica são:

  • A crescente ocupação de zonas superficiais por infra-estruturas humanas, que cria grandes áreas impermeáveis, dificultando a interacção entre os subsistemas terrestres;
  • O aumento da exploração agrícola, que conduz a problemas de desflorestação e de exaustão dos solos.

É, pois, imprescindível regular a ocupação antrópica, tornando-a sustentável e minimizando a deterioração ambiental e o seu desequilíbrio.

Adaptado de http://www.infopedia.pt/$ocupacao-antropica e de S. Amparo, G. Fernanda, S. Maria, M. Almira, B. Ludovina e F. José, Terra, Universo de Vida, Porto Editora, Porto, 2007

Imagem: http://pro.corbis.com/search/searchFrame.aspx



5 comentários:

Sandrina disse...

Esta muito interessante :)
Para quem nao sabia o significado, o vosso esta bastante explicito!

Sandrina 11ºA

SG disse...

E não é que se começam a gerar os “frutos”!!! Continuação de bom trabalho. ;)
A professora
Sandra Garcia

Márcio Santos disse...

E a propósito, as cheias a que todos temos assistido ultimamente diz-vos alguma coisa? São cidades atrás de cidades com a Baixa "inundada". Será isto normal? E a tendência, segundo sei é para aumentar a regularidade das cheias. Que consciência temos nós?

SG disse...

Pensava já ver o filme....:(

Anónimo disse...

Infelizmente, o Homem gosta de se "esquecer" daquilo que devia fazer...Típico, a teoria é mt bonita do ordenamento de território....O pior é que as casas continuam a ser contruídas nas falésias e a cairem para cima de um barco...

Mas, desde que nós, que estamos para aqui a estudar isto, consigamos mudar isto, talvez se mude alguma coisa...

Pessoal da ESOH 1º turno 11ºA :D